Mensagem de um velhinho

terça-feira, 25 de setembro de 2018

MEMORIAS DE MEU DESEMBARQUE NA PROVINCIA DA GUINÉ


Memórias do DESEMBARQUE  “Província da Guiné”


Faz hoje 48 anos  que  durante a manhã do dia 24 de Setembro de 1970, eu desembarquei do navio Ana Mafalda. na Província da Guiné Bissau, para cumprir dois anos e vinte dias de comissão de serviço militar na GUERRA COLONIAL, tendo sido mobilizado em rendição individual para ir substituía um militar que tinha morrido num ataque ao quartel a Nova  Lamego.
 Postos os pés fora do barco lá no cais, um calor sufocante, suor em bica e sem nada para saciar a sede, entrei num jipe que me levou até ao quartel dos adidos onde recebi uma guia para me ir apresentar no quartel das transmissões em Santa Luzia(Bissau).
Sorte minha,  logo que cheguei ao quartel dos Adidos já la estava o Serrinha de Montão ( Ranha) a minha espera com uma lata de FANTA fresquinha na mão e ofereceu-ma  logo. Ele já sabia do mal que a gente sofria logo que pisássemos pela primeira vez aquela terra vermelha aquele calor sufocante  e ar  irrespirável.  Foi a primeira vez que eu bebi  Fanta, eu nem sabia o que era aquilo,  ele disse-me logo que era bom,  que sabia a laranja e era mesmo.!
Esse rapaz, essa (alma) não morreu na guerra , mas infelizmente, constou-me pouco tempo depois que ele veio morrer salvo erro de acidente de viação penso que em Gaia ou no Porto logo pouco tempo depois de cá ter chegado.
  Ainda hoje pelo bem que ele me fez naquele momento,  continua a estar presente nas minhas orações.!  Esse  gesto,  essa dádiva de uma lata de fanfa fresquinha para me saciar a sede, nunca mais me esqueci e jamais esquecerei.
Tenho-me esquecido de muitas  passagens e acontecimentos  da minha vida, mas este gesto de bondade, e já la vão 48 anos, eu lembro-me dele como que tivesse sido ontem !

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Memórias da Guerra Colonial “Província da Guiné”



Faz hoje 48 anos que eu embarquei do cais de Alcântara em Lisboa, a bordo do navio Ana Mafalda para ir combater na guerra colonial  na província da Guiné, onde obrigatoriamente  tive de cumpri dois anos de comissão .
Desse triste momento de embarque a imagem que me ficou gravada e nunca mais se apagou da minha memoria,   foi aquele vendaval de lenços brancos a acenar lá do cais, e o som daqueles gritos arrepiantes  daquelas pobres  mães a dizer adeus, com os braços lá no alto baloiçando com os  lenços presos na ponta dos dedos,  como quem queria impedir aquele embarque e agarrar os seus filhos  não os deixando partir para essa guerra que para muitos deles  não teria mais regresso.  !!!

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

domingo, 24 de setembro de 2017

A GUERRA QUE EU NÃO QUERIA !!!

Faz hoje 47 anos que eu desembarcava na manhã do dia 24-09-1970,  do navio Ana Mafalda em África na Colónia da Guiné, hoje  denominada Guiné Bissau, para cumprir obrigatoriamente dois anos de comissão como combatente  na guerra colonial,  guerra do Ultramar ! 


Infelizmente, 47 anos depois, estou a enfrentar (DUAS) outras guerras! Mas isto, isto é só uma gota de água no grande OCEANO DA INGRATIDÃO  que eu jamais  mereceria, que eu jamais esquecerei enquanto respirar, enquanto tiver um sopro de vida !!!
Mas, como eu acabo de receber uma mensagem via telemóvel, que hoje podia ir buscar o meu netinho Tomás, e pelo muito AMOR que eu tenho a esse menino, claro que tinha de vir aqui apagar aquilo que cá estava escrito a respeito da mãe dele, que tão mal me fez e continua a fazer, utilizando constantemente o próprio filho,  como uma arma contra o pai e os avós PATERNOS!
Ás vezes,  um simples gesto, uma simples palavra, pode  fazer mover grandes MONTANHAS !!!







quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

terça-feira, 26 de julho de 2016

Batizado da neta do Vitor e da Fatima

Para memória futura, aqui fica uma bela imagem !!!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

E JÁ LÁ VÃO 45 ANOS !!!

Quem serão estes dois militares que em tempos de guerra colonial se deram ao luxo de ir comemorar a passagem de ano de 1970 para o Restaurante A Transmontana em Bafatá na Guiné, enquanto alguns dos seus colegas estavam emboscados no mato a guardar-lhes as costas !!!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Depois de Rio Mau !!!

Em tempos idos, aqui se avistavam socalcos de milho verdejantes, agora apenas se avistam amieiros e giestas. !!!! 

domingo, 4 de outubro de 2015

São mesmo Lindos !!!

Só espero que estes não venham a ser roubados !!!

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Do outro lado do Rio Mau !!!

Que localidade será esta ? Quando eu era criança, aqui nesta enconsta, e á volta das ruinas desta casa, que nessa epoca era habitada, eu vi crescer, milho, centeio e algumas vides ! Hoje, apenas vejo pinheiros, giestas, carvalhos, amieiros e silvas !.

domingo, 2 de agosto de 2015

Familiares dos Salgueiros e Montão !

Para memória futura e  para um dia os filhos, netos e bisnetos recordarem !!! 

sábado, 2 de agosto de 2014

Recordaçõoes da Guerra - Guiné

Esta Imagem é de uma Mesquita. Aqui fica para o Fernando Pereirinha recordar a nossa passagem pela Guerra na Guiné!